Atividades » Terapia Manual

Maitland
Desenvolvido na década de 60 por Geoffrey D. Maitland, este conceito de terapia manualreside na avaliação dos movimentos fisiológicos e acessórios articulares (vertebrais e periféricos) e na utilização de técnicas manuais (mobilizações e manipulações) para reestabelecê-los segundo o raciocínio clínico apropriado.
Esta abordagem de fisioterapia é sempre referida como um "conceito", e não como uma “técnica”, pois a ênfase do tratamento é pautada sobre uma filosofia de avaliação e não sobre a técnica de mobilização. A manipulção Maitland defende o raciocínio clínico para definir quais técnicas utilizar e adaptá-las a cada paciente.


Mulligan
O conceito Mulligan foi desenvolvido pelo Dr. Brian Mulligan na década de 80 e trata-se de uma técnica de terapia manual que visa o reposicionamento articular causado por pequenas falhas posicionais, muitas vezes essas falhas causam dor e limitam movimentos.
Ao avaliarmos um paciente procuramos por pontos onde a movimentação pode estar afetada afim de identificar qual a melhor solução para facilitar a recuperação daquela área ou função lesionada.
A aplicação clínica baseia-se na “Mobilização com Movimento” e envolve a combinação de uma mobilização das articulações associada a movimentos feitos com cargas. A execução bem sucedida desta técnica deve ser livre de dor e melhora significativa da função.


Crochetagem
A crochetagem é uma técnica manipulativa desenvolvida pelo fisioterapeuta sueco Kurt Eckmam e se utiliza de um gancho ou o chamado “crochet” para atingir áreas de pontos dolorosos localizados entre os tecidos musculares e tendões. A manipulação consiste em três fases, a primeira é a palpação digital (feita apenas com as mãos), a segunda se utilisa o gancho para localizar os pontos aderentes e na terceira o gancho é utilisado.
Esta técnica é indolor pois o gancho é apenas utilisado de forma a deslizar sobre a pele para relaxar áreas tensionadas. A crochetagem é um tratamento auxiliar e é indicado para tendinite, dor muscular, contratura muscular e qualquer patologia que leve a uma retração ou fibrose das fáscias aponeurôticas.


Terapia Miofascial
A fáscia nada mais é do que um órgão fibroso semelhante a uma película que envolve, separa, liga e protege todas as estruturas do corpo desde o cérebro até às plantas dos pés. Tem como finalidade dar forma ao corpo, transmitindo tensões, e sustentando músculos e órgãos. Alguns dos fatores que contribuem para a tensão da fáscia são relacionados a stress, postura incorreta, choques emocionais, traumatismos e processos inflamatórios que por consequência acabam afetando o funcionamento de todos os sistemas do corpo.
O tratamento inicia-se com uma leitura de hábitos e padrões posturais a fim de definir pontos estratégicos onde se encontram tensões. Após esta leitura corporal, o fisioterapeuta utilizando-se de técnicas manuais e pressões, comprime as áreas tensionadas com o intuito de eliminar espamos e tensões musculares e fazendo com que o tecido nervoso protegido pela fáscia assimile as novas informações e reeduque as áreas atingidas.


Mobilização Neural (Neurodinâmica)
A mobilização neural é uma terapia manipulativa que consiste na mobilização do sistema nervoso através de movimentos tensionantes ou oscilatórios realizados nas articulações pelas quais os nervos trajetam. As queixas de dores podem estar associadas a hábitos posturais ou movimentação inadequada. O tratamento é indicado para cefaléias, síndromes compressivas, entorses, fascite e lesões mecânicas.
Os fisioterapeutas avaliam o paciente através de testes específicos para relacionar a influência do sistema neural e as dores, com o intuito de selecionar a melhor abordagem para o tratamento da patologia.


Estabilização Segmentar
A estabilização segmentar é fruto de pesquisas realizadas na universidade de Queensland, Autrália, a partir da observação de tratamentos tradicionais para lombalgias. O conceito divide os músculos que estabilizam a coluna em dois sistemas, o global que é formado por grandes músculos como o reto abdominal, oblíquo externo, glúteo máximo; e o local, formado por músculos ligados diretamente à vértebra, como o transverso do abdômen, multífidos, diafragma e assoalho pélvico.
Os exercícios são desenvolvidos para que haja contração especifica de cada músculo componente da coluna para fortalecer e estabilizar.Também são associadas ao exercício técnicas de respiração que priorizam a percepção de cada contração. O tratamento é comprovadamente eficaz para lombalgia e é aconselhável para ser utilizado paralelamente a outras terapias como o conceito Maitland, mobilização neural e outras.




Av. N. S. Copacabana, 1018 | Salas 1103 e 1104 - Copacabana - RJ
Tel: (21) 2513-3167 | 98499-1301
contato@espacoemmovimento.com.br