Método McKenzie® » Dor no Joelho

Muitos de nós sentirão dor no joelho em algum momento da vida que pode afetar nossas atividades do dia a dia como andar, subir e descer escadas, agachar, levantar entre outras.

Causas comuns de dor no joelho:
Veja como, independente da causa, a solução para a sua dor passa, na maioria das vezes, longe dos procedimentos cirúrgicos!

A maior parte das dores é causada pelas posturas mantidas, como ao realizar tarefas repetitivas ou prolongadas com seus joelhos dobrados enquanto coloca carga sobre ele. Ex: ficar agachado por muito tempo sem fazer pausas regulares, ficar sentado muito tempo em cadeiras baixas com os joelhos dobrados; ou ficar em pé muito tempo. É errado achar que a atividade física é prejudicial ao joelho, ao contrário, foi demonstrado que exercitar o joelho ajuda a prevenir a dor e deve ser a principal estratégia de tratamento.

Em outros casos a dor aparece após traumas sofridos ao praticar esportes como futebol, corrida, tênis etc. Após fazer exames de imagem, são comuns diagnósticos de lesão de ligamentos, rupturas nos meniscos e inflamações nos tendões. Nesses casos uma avaliação mecânica é fundamental para avaliar o funcionamento do joelho e na maioria dos casos o tratamento mais indicado é a fisioterapia. Evite cirurgias desnecessárias!

Em idosos, a dor no joelho é frequentemente associada à artrose e em muitos casos é recomendado a colocação de prótese, entretanto hoje sabemos que exercícios bem indicados podem resolver a dor e melhorar a função sem risco para o paciente!


Rompi o ligamento cruzado anterior, e agora?
» Tratamento sem cirurgia
Em geral, as pessoas que rompem o ligamento cruzado anterior são encaminhadas para cirurgia para reconstrução do ligamento e podem levar de 6 a 8 meses para voltar às atividades físicas. Entretanto, estudos mostram que o tratamento conservador através da fisioterapia, pode ser uma alternativa menos agressiva para o tratamento de lesões no ligamento cruzado anterior, com excelentes resultados. Um estudo publicado em 2010 demonstrou que de um grupo de pacientes com lesão total do ligamento cruzado anterior tratados de forma conservadora, 61% obtiveram ótimos resultados, não sendo necessário o procedimento cirúrgico posterior.

Nesse caso o retorno às atividades é mais rápido, levando muitas vezes metade do tempo do que a recuperação pós-cirúrgica.

O tratamento através da fisioterapia tem como primeiro objetivo recuperar a mobilidade completa do joelho. Os exercícios devem ser iniciados logo após a lesão. Muitos protocolos ainda recomendam o repouso após a lesão, entretanto estudos recentes comprovam que o repouso tem muitos efeitos deletérios que acabam por prejudicar a recuperação dos ligamentos, atrasando a recuperação. Por outro lado, exercícios corretamente prescritos logo após a lesão têm efeitos positivos, acelerando o processo de recuperação.

Uma vez que o movimento completo do joelho foi restabelecido, o objetivo passa a ser a recuperação funcional do joelho. Para isso, inicia-se o treinamento de força e propriocepção de forma progressiva, preparando o joelho para o retorno às atividades físicas. Esses exercícios são de suma importância para garantir a estabilidade do seu joelho, pois os músculos terão agora um papel fundamental para garanti-la.



» Tratamento cirúrgico
Se você optar pelo tratamento cirúrgico, a fisioterapia será fundamental para sua plena recuperação. O tratamento seguirá as mesmas fases do tratamento conservador buscando inicialmente o ganho de movimento, treinamento de força e propriocepção objetivando o retorno às suas atividades.



Av. N. S. Copacabana, 1018 | Salas 1103 e 1104 - Copacabana - RJ
Tel: (21) 2513-3167 | 98499-1301
contato@espacoemmovimento.com.br